Prazos

Os prazos para processamento de ensaios contratados e subsequente liberação de resultados (entrega de laudo técnico).

Laboratório de Isótopos Estáveis – LES

  • Ensaios C-O: até 90 dias (3 meses) após a confirmação de recebimento das amostras por este laboratório (considerando amostras já preparadas, seja pelo cliente, seja pelo LSP).
  • Ensaios O-H e DIC: até 90 dias (3 meses) após a confirmação de recebimento das amostras por este laboratório.

Laboratório de Química Isotópica – LQI

(inclui espectrometria no LEM)

  • Ensaios envolvendo determinações naturais (CI, composição isotópica) Sr, Nd e/ou Pb: até 180 dias (6 meses) após a entrada das amostras neste laboratório.
  • Ensaios envolvendo diluição isotópica (somente Sm-Nd, método isocrônico): até 150 dias (5 meses) após a entrada das amostras neste laboratório.
  • Ensaios envolvendo método de lixiviação (Rb-Sr ou Pb-Pb): de 210 a 240 dias dias (7-8 meses) após a entrada das amostras neste laboratório.

NOTA: ensaios não discriminados acima são realizados no âmbito de projetos de pós-graduação, com envolvimento do próprio interessado.

Laboratório de Gases Nobres – LGN

  • Em média 120 dias (4 meses) após o recebimento das amostras irradiadas. O agendamento de irradiações não obedece calendário pré-definido e nem fluxo contínuo, sendo definido pela gerência técnica do laboratório.
  • A solicitação de ensaios 40Ar/39Ar não segue o protocolo dos demais laboratórios, e requer o contato prévio com o gerente técnico (Profª Maria Helena Hollanda).

Laboratório LA-ICPMS – LLA

  • A solicitação de ensaios por laser ablation requer protocolo específico de separação de minerais, preparação de mounts e eletromicrografias, de forma que os prazos são variáveis e sensíveis à agenda de outros laboratórios (LSP, LMin).

GeoLab SHRIMP

  • Informações diretamente com a secretaria administrativa através do e-mail glshrimp@usp.br (Sra. Silvana Macedo).
NOTAS

Os prazos descritos acima são estimativas. O CPGeo reserva-se ao direito de não aprovar projetos quando: a demanda de projetos em andamento for alta, o calendário de férias de funcionários afetar o cronograma dos laboratórios, e imprevistos instrumentais (manutenção preventiva ou corretiva). Prazos superiores aos informados têm sido, em geral, decorrentes de problemas técnicos que exigem a importação de componentes. Nesses casos, o CPGeo se compromete a manter o cliente devidamente atualizado, via comunicado através deste site.

Tendo em vista o espaço limitado para armazenamento, o prazo para retirada de sobra de amostras (processadas ou não processadas) é de 30 dias a contar da liberação dos resultados (laudo técnico). O CPGeo não se responsabiliza por enviar esse material para o cliente, cabendo a este arcar com qualquer custo inerente ao despacho para o local de destino [Essa mensagem está reproduzida no rodapé da proposta comercial e no laudo técnico].

Amostras não retiradas dentro do prazo estipulado serão descartadas, sem possibilidade de recuperação.